Deve manter-se uma atitude preventiva no cuidado dos pés. Aplica-se vaselina diariamente antes de iniciar a marcha para evitar o aparecimento de bolhas. As zonas mais sensíveis e propensas a sofrer lesões são a planta, os calcanhares e os espaços interdigitais

As peúgas de algodão sem costuras são ideais para os sapatos desportivos. Também se podem usar com botas, desde que usemos por cima outras de lã. Estas roupas devem-se manter o mais limpas possível

Uma mochila corretamente carregada para este tipo de atividade não deve ultrapassar os 10 kg de peso.

Para o tratamento e cura dos pés lesionados será necessário levar um pequeno estojo de primeiros socorros com o material indispensável: agulhas hipodérmicas, pensos de gelatina, pensos rápidos, vendas e tiras elásticas adesivas

Além da correta ingestão dos alimentos, é fundamental uma boa hidratação. Devemos tomar líquidos, antes, durante e depois da caminhada, cerca de dois litros de água por dia.

Durante as paragens pontuais que se fizerem durante a caminhada aproveitar-se-á para beber e comer qualquer coisa em quantidades pequenas, mas suficientes para repor forças.