Via da Prata

Etapa: Cea - Dozón

  • Distância 15,6 Km
  • Dificuldade Média
  • Duração estimada 3h 55min

Em Cea temos duas possibilidades: escolher o itinerário mais curto, até Dozón, por Piñor, ou então tomar a variante até ao magnífico mosteiro de Oseira, cenóbio cisterciense do século XII com grande tradição de acolhimento aos peregrinos, cuja vida em comunidade se iniciou em 1137.

O Caminho arranca ao pé do santuário d’A Saleta (construído em 1908) e continua pela estrada de Oseira. Se nos decidirmos pela primeira opção, por Piñor, tomaremos o caminho para a esquerda, quando encontrarmos o lugar onde se bifurcam as duas variantes desta etapa. Passaremos por Arenteiro, O Reino e Carballeda, localidades tipicamente de Ourense com abundantes casas e casarios de pedra. Em Carballeda encontrar-nos-emos várias vezes com a N-525. O trajeto presenteia-nos acolhedoras paisagens florestais, belas corredoiras entre carballos, intercaladas por vales e vegetação espontânea de tojos e sarças. Assim até ao núcleo d’O Castro de Dozón, pequena vila e capital de município.

Cea- Dozón

  • Distância 15,6 Km
  • Dificuldade Média
  • Duração estimada 3h 55min

Se nos decidirmos pela segunda opção, tomaremos o caminho da direita. O lanço Cea-Oseira passa por Cotelas, San Mamede da Canda, Freás e Pielas. É um belo percurso, com grandes lanços de monte, que por vezes têm uma certa dificuldade e que nos permitem gozar da natureza em plena solidão, até alcançarmos o grande mosteiro românico de Oseira.

O regresso a Dozón passa através de Mirallos, Carballediña e Coiras de Abaixo. Já na província de Pontevedra encontrar-nos-emos n’A Gouxa, no município de Dozón. O Caminho continua, como a outra variante, até ao núcleo d’O Castro de Dozón.