Caminho Português da Costa

Etapa: Baiona-Vigo

  • Distância 27,1 Km
  • Dificuldade Baixa
  • Duração estimada 5h 30min

O caminho oferece-nos belos exemplos de arquitetura popular, paços históricos e cruzeiros como os de Mallón e O Pereiro. E a entrada para a maior cidade da Galiza, Vigo, urbe dinâmica e industrial.

Baiona- A Ramallosa

  • Distância 4,8 Km
  • Dificuldade Baixa
  • Duração estimada 1h 00min

Vamo-nos despedindo de Baiona. De caminho para a freguesia de Sabarís passamos diante da histórica e bela fonte d’O Pombal, seguimos pela Rúa de Cristo Rei e alcançamos Sabarís. Em frente ao mercado de abastecimento atravessamos a ponte românica sobre o rio Groba; mais adiante, a casa senhorial de Cadaval, até à magnífica ponte, também românica, d’A Ramallosa. Tem dez arcos e possivelmente terá sido construída sobre uma romana. Aqui, começa a Foz do Rio Miñor, uma marisma de grande riqueza ecológica.

Baiona - A Ramallosa

A Ramallosa- Nigrán

  • Distância 4,2 Km
  • Dificuldade Baixa
  • Duração estimada 50min

Entramos no município de Nigrán. O caminho oferece-nos belos exemplos de arquitetura popular, paços históricos e cruzeiros como os de Mallón e O Pereiro. Em Panxón encontramos o Templo Votivo do Mar, obra de Antonio Palacios, e um arco visigodo (séc. VII). Toda esta etapa oferece-nos belas praias, de areia fina e branca, e clima benigno durante quase todo o ano.

Continuamos pelos conhecidos como Caminho do Souto e Caminho da Rosiña até alcançar o núcleo de Nigrán. Os paços de Urzáiz e Cea precedem a subida ao monte de Sanromán, que fazemos para chegar a Priegue, ainda no município de Nigrán.

A estrada distrital 550 será uma presença constante em todo o nosso trajeto. Por ela, entramos no município de Vigo, a maior cidade da Galiza – com cerca de 300 000 habitantes e meio milhão em toda a área metropolitana –, grande porto pesqueiro e de contentores, urbe dinâmica e industrial rodeada por belas praias e paisagens.

A Ramallosa - Nigrán